domingo, 17 de dezembro de 2017

PROGRAMAÇÃO DE MISSAS NO FINAL DO ANO NA PARÓQUIA NOSSA SENHORA DE LOURDES, NAS DUNAS




A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Dunas está com a seguinte programação de Santa Missa de Final do Ano:

Dia 23 de dezembro, às 18h, Missa do 4º Domingo do Advento.

Dia 24 de dezembro, às 11h, Missa do 4º Domingo do Advento e às 18h, Missa da Vigília do Natal.

Dia 25 de dezembro, às 18h e às 20h, Missa do Natal do Senhor.

Dia 31 de dezembro, às 11h e 18h, Missa da Sagrada Família.

Dia 1º de janeiro de 2018, às 18h, Missa da Solenidade da Mãe de Deus.

A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes fica na Av. Dolor Barreira s/n no bairro Dunas em Fortaleza-CE. Informações pelo telefone (85) 32622770 / 986654049 na Secretaria Paroquial.

NATAL, PASSAGEM DO ANO E ANO NOVO NA PARÓQUIA SÃO VICENTE DE PAULO



No dia 24/12 - 6h30min, h, 11h30min - 4 Domingo do Advento
                        17h30min - Missa de Natal, com coral e orquestra com Gustavo Serpa
                         19h30min -Missa de Natal
No dia 25/12 - 9h, 11h30in (corl e orquestra com Heraldo Lyra), 17 e 19 horas.
No dia 31/12 - 6h30min, 9h, 11h30min (Domingo da Sagrada Família)
                         17h,19h - Missas da Passagem do Ano
no dia 01/01/2018 - 9h,11h30min, 17h e 19h (Dia Santo de Maria, Mãe de Deus)



PAPA FRANCISCO FESTEJA ANIVERSÁRIO COM CRIANÇAS DO DISPENSÁRIO SANTA MARTA




Proteger a alegria das crianças, ensiná-las a falar com os avós e os idosos e ensiná-las a falar com Deus. Estes foram os conselhos do Papa Francisco aos pais das crianças atendidas no Dispensário Santa Marta e recebidas na Sala Paulo VI na manhã do dia de seu aniversário
Cidade do Vaticano
O Papa Francisco completou 81 anos este domingo. E a festa, com pizza, foi na parte da manhã, na Sala Paulo VI, com as crianças assistidas no Dispensário Pediátrico Santa Marta.
Uma festa para o Papa Francisco
“A alegria das crianças... A alegria das crianças é um tesouro. As crianças alegres”, exclamou o Papa, falando de improviso aos voluntários, pais e crianças presentes.
“E devemos fazer de tudo para que eles continuem a ser alegres, porque a alegria é como uma terra boa. Uma alma alegre é como uma terra boa que faz crescer bem a vida, com bons frutos. E por isto se faz festa: se busca sempre a proximidade do Natal para nos reunirmos, para fazer esta festa para eles”.
O Papa deu alguns “conselhos aos pais, pedindo inicialmente para que a alegria das crianças fosse protegida:
Não entristeçam as crianças. Quando as crianças veem que existem problemas em casa, que os pais brigam, sofrem.  Não entristeçam as crianças. Elas devem crescer com alegria”.
O segundo conselho, para que as crianças possam crescer bem, é fazer com que falem com os avós, “porque eles têm memória, têm raiz e serão os avós a dar as raízes às crianças”:
Por favor – pediu - que não sejam crianças sem raízes, sem memória de um povo, sem memória da fé, sem memória de tantas coisas que fizeram a história, sem memória de valores. E quem ajudará as crianças a fazer isto? Os avós”.
Por fim, o terceiro conselho: ensinar as crianças a falar com Deus. “Que aprendam a rezar, a dizer aquilo que sentem no coração”.
Alegria, falar com os avós, com os idosos, e falar com Deus. De acordo? Todos de acordo? Desejo a vocês um lindo dia, com muita festa. E comam 4 metros de pizza: comam bem, que vos fará bem, faz crescer. E, avante! Obrigado! Obrigado!"

Fonte: Rádio Vaticano


QUER VIVER O NATAL DE MODO AUTÊNTICO? PAPA EXPÕE AS 3 ATITUDES NECESSÁRIAS


Por Álvaro de Juana




Papa durante o Ângelus. Foto: ACI Prensa

Vaticano, 17 Dez. 17 / 08:50 am (ACI).- O Ângelus deste domingo foi muito especial por duas razões: por um lado, celebra-se o domingo chamado “Gaudete”, ou seja, “da alegria”, e por outro, o Papa Francisco completa 81 anos.
O Pontífice expôs as 3 atitudes “que nos preparam a viver o Natal de modo autêntico”: a alegria, a oração perseverante e a ação de graças contínua.Precisamente, o Papa explicou em que consiste este “domingo da alegria”: “a liturgia nos convida a acolher o espírito com que tudo isto acontece, isto é, a alegria”. Ele recordou que “São Paulo nos convida a preparar a vinda do Senhor assumindo três comportamentos: a alegria constante, a oração perseverante e a contínua ação de graças”.
Sobre a primeira atitude, assegurou que se deve “permanecer sempre na alegria, mesmo quando as coisas não acontecem segundo os nossos desejos”.
“As angústias, as dificuldades e os sofrimentos atravessam a vida de cada um, e tantas vezes a realidade que nos circunda parece ser inóspita e árida”.
Fazendo referência às leituras do dia, Francisco afirmou que esta passagem bíblica esclarece que a missão de Jesus “no mundo consiste na libertação do pecado e da escravidão pessoais e sociais que este produz”.
“Ele veio à terra para restituir aos homens a dignidade e a liberdade dos filhos de Deus, que somente Ele pode comunicar”.
Mas esta alegria na espera se baseia na “oração perseverante”: “por meio da oração, podemos entrar em uma relação estável com Deus, que é a fonte da verdadeira alegria”.
“A alegria do cristão – continuou – vem da fé e do encontro com Jesus Cristo, razão de nossa felicidade. Quanto mais estivermos arraigados em Cristo, tanto mais encontraremos a serenidade interior, mesmo em meio às contradições cotidianas”.
Assim, o cristão que encontra Jesus “não pode ser um profeta do infortúnio, mas uma testemunha e um arauto da alegria”.
“Uma alegria a ser compartilhada com os outros; uma alegria contagiosa que torna menos cansativo o caminho da vida”, assegurou.
Por último, “a contínua ação de graças” faz referência a “reconhecer sempre seus benefícios, o seu amor misericordioso, a sua paciência e bondade, vivendo assim em um incessante agradecimento”.

 Fonte:ACI Digital

HORÁRIO DE MISSAS


Paróquia São Vicente de Paulo, à Avenida Desembargador Moreira, 2211, no bairro Dionísio Torres, em Fortaleza.

*Diariamente: 6h30 e 17h30
* De 3ª a 6ª: 11h30 e 19 horas
*Sábado: 6h30, 12 horas e 17h30
* Domingo: 6h30, 8h30, 11h30, 17h30 e 19h30

Comunidade Face de Cristo, à Rua Edmilson Barros de Oliveira, 191, no bairro Cocó, em Fortaleza
* De segunda à quinta-feira, às18 horas
* De segunda à sexta-feira: 7 horas.
* Domingo: às 8 e 18h30

 Paróquia São João Eudes:

Na Igreja  Menino Deus, à Rua Jaime Leonel, s/n, no bairro Luciano Cavalcante

* Às 3ªs e 5ªs feiras, às 19 horas
* Domingo: às 7 e 19 horas.

Na Capela Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, à rua Albert Sabin, s/n, no bairro Cocó/Guararapes.

* Às  4ªs feiras, às 18h30, novena de Nossa Senhor do Perpétuo Socorro, às 19 horas, missa e, às sextas-feiras, às 18h30, Adoração ao Santíssimo Sacramento e, logo em seguida, missa.
* Domingo: às 9, 17 e 19 horas.

Paróquia Nossa Senhora da Assunção (Santuário), no bairro Barra do Ceará

* De terça-feira a sábado, as 6 e 19horas.
*Domingo : às 7, 9, 17, 18h30 e 20horas.

Paróquia Nossa Senhora Aparecida, à Avenida Gomes de Matos, no bairro Montese.

*De 2ª à sexta-feiras, às 18h30, exceto nas terças-feiras.
*Domingo: às 7, 9,17 e 19 horas;*Nos dias 12, Missa em honra a Nossa Senhora Aparecida; dia 13, Nossa Senhora de Fátima, e dia19, Santo Expedito. E toda 1ª terça-feira do mês, Missa de Cura.

Paróquia do Coração de Jesus, no Centro de Fortaleza, na Praça do Coração de Jesus.

*Diariamente, de segunda-feira a domingo, às 7 horas.
* Domingo: às 7,8,30, 16 e 18 horas.

Paróquia de Cristo Rei, à Rua Nogueira Acioli, 263, na Aldeota.

De segunda-feira à sexta-feira, às 6h30 e às 17 horas
Sábado, às 6h30, 17 e 19 horas.
Domingo, 6h30, 9, 11, 17 e 19 horas
Últimas terças-feiras: “Noite da Misericórdia”. Observação: não há missa das 17 horas.
Dia 13 – Missa Mariana: às 12 horas, na Igreja Matriz e às 18 horas, na Praça Ceart.

Paróquia Nossa Senhora do Carmo, na Avenida Duque de Caxias, no Centro de Fortaleza

Domingo, às 8, 10, 17 e 18h30
Sábado, às 7h30, 17h30 e 17h30
De 3ª A 6ª feira, às 7h30 e 17 horas.     

Paróquia de Santa Luzia,  Rua Tenente Benévolo esquina com Rua Antônio Augusto

Diàriamente, às 17 horas
Sábado, às 17 e 19 horas.
Domingo, às 8, 10 (missa das crianças), 17 e 19 horas (missa dos jovens)
Todo dia 13 de cada mês, missa às 12 horas, em honra a Nossa Senhora de Fátima.

Paróquia de São Gonçalo do Amarante, a 57 quilômetros distante de Fortaleza

De terça-feira à sexta-feira, às 18 horas.
Domingo, às 19 horas.

Igreja Matriz de São José - Lagoa Redonda (Avenida Recreio, 1815)
- Sábado, 20 horas
- Domingo, 7 e 17h30

Capela de Santa Edwiges, Conjunto Curió Lagoa Redonda (Rua Isabel Ferreira, 1001)
- Domingo às 9 horas

Igreja dos Remédios – Benfica – na Avenida da Universidade
- Às segundas e quartas-feiras, às 6h30m.
- Às terças, quintas e sextas-feiras, às 17h30min.
- Aos sábados – 15h30min e 17 horas.
- Aos domingos, às 7, 17 e 19 horas.
- Domingos, ás 9horas, Missa com crianças (exceto no 1. domingo de cada mês, dia dos batizados)
- No primeiro sábado, missa pela saúde e todo o dia 13, às 12 horas, celebração em honra a Nossa Senhora. Mais informações pelo telefone (85) 3223.5644.

Envie-nos os horários de Missa de sua Paróquia ou Comunidade para o e-mailvaivém@secrel.com.br

EVANGELHO DO DIA


João 1,6-8.19-28

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.Glória a vós, Senhor. 6Surgiu um homem enviado por Deus; seu nome era João. 7Ele veio como testemunha, para dar testemunho da luz, para que todos chegassem à fé por meio dele. 8Ele não era a luz, mas veio para dar testemunho da luz. 19Este foi o testemunho de João, quando os judeus enviaram de Jerusalém sacerdotes e levitas para perguntar: “Quem és tu?” 20João confessou e não negou. Confessou: “Eu não sou o Messias”.21Eles perguntaram: “Quem és, então? És tu Elias?” João respondeu: “Não sou”. Eles perguntaram: “És o Profeta?” Ele respondeu: “Não”.22Perguntaram então: “Quem és, afinal? Temos que levar uma resposta para aqueles que nos enviaram. O que dizes de ti mesmo?” 23João declarou: “Eu sou a voz que grita no deserto: ‘Aplainai o caminho do Senhor’” — conforme disse o profeta Isaías. 24Ora, os que tinham sido enviados pertenciam aos fariseus 25e perguntaram: “Por que então andas batizando, se não és o Messias, nem Elias, nem o Profeta?”26João respondeu: “Eu batizo com água; mas no meio de vós está aquele que vós não conheceis, 27e que vem depois de mim. Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”.28Isso aconteceu em Betânia, além do Jordão, onde João estava batizando.— Palavra da Salvação.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE


7 de Dezembro de 2017 - 3º Domingo do Advento 

- 1ª Leitura - Is 61,1-2a.10-11 – “Somos mensageiros das boas notícias de Deus” 

Na medida em que o Natal se aproxima, a liturgia nos leva a ter um coração expectante e cheio de alegria pelas revelações da Palavra de Deus. Nesta leitura o profeta Isaias prediz a missão de Jesus, O Ungido de Deus, que será enviado para realizar a obra de redenção e de libertação da humanidade. Da mesma forma, ele retrata o modo como Jesus acolheria este chamado. Cheio do Espírito de Deus Ele exulta de alegria e, como um noivo ou uma noiva se preparam para suas bodas, Ele assume a veste da justiça e da glória. Esta profecia, hoje, destina-se a cada um de nós que como batizados (as) no Sangue de Jesus recebemos de Deus a Sua mesma incumbência: dar a boa nova aos humildes, curar as feridas da alma, de pregar a redenção para os cativos, a liberdade para os que estão presos e anunciar um tempo novo de salvação. Cheios (as) deste Espírito nós também podemos dizer como Jesus o disse: “Exulto de alegria no Senhor e minha alma regozija-se em meu Deus”. Somos mensageiros (as) das boas notícias de Deus para a humanidade triste e sem esperança, para isso, fomos também curados (as) e libertados (as). O Senhor Deus já fez germinar em nosso coração a semente da justiça e da paz. - Como está o seu coração hoje? Alegre, cheio de esperança, ou ainda não entendeu a mensagem deste novo tempo? - Você sente que o Espírito do Senhor está sobre você? Se não o sente, peça-o a Jesus, agora!

Salmo - Lc 1,46-48.49-50.53-54 (R. Is 61,10b)
R. A minh'alma se alegra no meu Deus.

O cântico de Maria é um hino de alegria, de fervor e gratidão. Com ele nós entoamos ao Senhor o nosso reconhecimento pelas Suas grandes obras. Quando nos unimos a Nossa Senhora para louvar o Senhor Deus nós também nos sentimos bem-aventurados (as) e engrandecidos (as). Somos pequenos (as) e frágeis, mas o Senhor nos fortalece e nos sacia com o Seu amor fazendo com que sejamos Suas testemunhas eternamente.

2ª Leitura - 1Ts 5,16-24 - “ alegres, à espera da vinda do Senhor! ”

Estar sempre alegre, orar sem cessar e dar graças em todas as circunstâncias, segundo São Paulo, é a vontade do Senhor para nós, principalmente neste tempo que precede o Natal. É tempo de esperar o Senhor que vem renovar as nossas forças. Por isso precisamos estar atentos aos conselhos de São Paulo: “Não apagueis o espírito!” “Não desprezeis as profecias”! Cada vez mais precisamos nos deter para distinguir as mensagens do Senhor levando em consideração o que Ele nos fala a fim de que fiquemos apenas com o que for da Sua vontade. O coração alegre e em paz é fruto da oração e da gratidão. Se fizermos a experiência da oração de louvor e gratidão nós experimentaremos da alegria e da paz prometidas por Jesus. Aquele que nos chamou é fiel e justo e pode realizar muito mais do que, aparentemente, estamos precisando, mesmo nas horas mais difíceis da nossa vida. A nossa santificação é obra do Senhor, no entanto é preciso a nossa anuência, nossa consciência e o abandono à Sua vontade.
- Experimente hoje na sua oração somente louvar e agradecer e sinta os efeitos no seu coração.

Evangelho - Jo 1,6-8.19-28 - “somos convocados a abrir passagem para Jesus”

João Batista veio ao mundo como testemunha a fim de dar depoimento da luz de Jesus para que todos chegassem à fé e à conversão. Por isso, ele tinha conhecimento da sua pequenez e da grandeza DAQUELE a quem anunciava e plena consciência de que era apenas um instrumento de Deus e colaborador do Seu Plano para a humanidade. Assim sendo, não se confundiu nem confundiu as pessoas que o acompanhavam. Humildemente se dispôs a agir conforme o Espírito de Deus o conduzia e cumpriu fielmente o seu papel. “Eu sou a voz que grita no deserto: aplainai o caminho do Senhor! ” Nós também somos convocados a abrir passagem para Jesus anunciando a todos o tempo da salvação, no entanto, muitas vezes nos deixamos confundir e esquecemos de que somos meros operários de Deus nos arvorando de ter autoridade e poder e fazendo com que as pessoas se prendam a nós! João Batista, pelo contrário, sabia distinguir bem quem ele era e para o que viera. Dizendo, “Eu não mereço desamarrar a correia de suas sandálias”, pregava um batismo de purificação e conversão, preparando os corações enquanto não chegava Aquele que viria batizar com o Espírito Santo. Precisamos estar muito cientes de que somos meros (as) instrumentos de Deus e, seguindo o exemplo de São João Batista, apontar o caminho para que o Salvador seja acolhido, amado e adorado. Que sejamos também testemunhas da Luz nas trevas do mundo! – Será que você não está se confundindo olhando mais para as pessoas do que para Jesus? - Você se conhece a si mesmo (a)? Sabe qual é o seu papel? - Existe alguém que se apegou tanto a você que deixou de olhar para Jesus? O que você tem feito para que aconteça o contrário?

Helena Serpa,

Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

REFLETINDO SOBRE O EVANGELHO



João 1,6-8.19-28


SANTO DO DIA - SÃO LÁZARO


A Igreja, neste tempo do Advento, se prepara para celebrar o aniversário de Jesus e se renova no desejo ardente de que Cristo venha pela segunda vez e instaure aqui o Reino de Deus em plenitude. Sem dúvida estão garantidos para este reinado pleno, que acontecerá em breve, os amigos do Senhor.
Hoje vamos lembrar um destes amigos de Cristo: São Lázaro. Sua residência ficava perto de Jerusalém, numa aldeia da Judéia chamada Bethânia. Era irmão de Marta e de Maria. Sabemos pelo Evangelho que Lázaro era tão amigo de Jesus que sua casa serviu muitas vezes de hospedaria para o Mestre e para os apóstolos.
Lázaro foi quem tirou lágrimas do Cristo, quando morreu, ao ponto de falarem: “Vejam como o amava!”. Assim aconteceu que, por amor do amigo e para a Glória do Pai, Jesus garantiu à irmã de Lázaro o milagre da ressurreição: “Eu sou a ressurreição e a vida; quem crê em mim, ainda que morto, viverá: e quem vive e crê em mim, não morrerá, Crês isto?” (Jo 11,26).
O resultado de tudo foi a ressurreição de São Lázaro, pelo poder do Senhor da vida e vencedor da morte. Lázaro reviveu e este fato bíblico acabou levando muitos à fé em Jesus Cristo e outros começaram a pensar na morte do Messias, como na de Lázaro. Antigas tradições relatam que a casa de Lázaro permaneceu acolhedora para os cristãos e o próprio Lázaro teria sido Bispo e Mártir.
São Lázaro, rogai por nós!
Fonte: Canção Nova Notícias

sábado, 16 de dezembro de 2017

CONFRATERNIZAÇÃO DO MESC DA PARÓQUIA SÃO JOÃO EUDES



Com os participantes  acompanhando um texto lido por membros do Ministério Extraordinário da Sagrada Comunhão sobre a celebração do Natal, bem como uma oração sobre Jesus Cristo, foi realizada nesta manhã, na residência do casal Alda e Augusto Vasconcelos, a confraternização do Mesc, da Paróquia São João Eudes, no bairro Luciano Cavalcante.

No final da  celebração, os ministros  partilharam a alegria e  desejaram uns aos outros  “Feliz Natal”, mas o momento emocionante foi quando o Menino Jesus passou pelos braços  de cada um dos presentes, que em sinal do seu amor por Ele, ofereceram-Lhe o seu presente.


CORTE SUPREMO PROÍBE ENSINO RELIGIOSO EM ESCOLAS PÚBLICAS DE PROVÍNCIA ARGENTINA




Imagem referencial / Foto: Pixabay (Domínio Público)

BUENOS AIRES, 16 Dez. 17 / 09:00 am (ACI).- Ante a decisão da Corte Suprema de Justiça da Argentina que declarou inconstitucional o ensino religioso nas escolas públicas de Salta, o Arcebispo local, Dom Mario Cargnello, encorajou os católicos a “trabalharem mais” para tornar esta matéria “pedagogicamente mais atrativa”.
Em 12 de dezembro, o tribunal máximo declarou inconstitucional a Lei Provincial da Educação que consulta os pais a respeito da participação dos seus filhos nas aulas de religião; integra o ensino desta matéria aos planos de estudo e durante o horário das aulas; e assinala que os conteúdos e a qualificação pedagógica exigem o aval da respectiva autoridade religiosa.
A sentença propõe remover o ensino religioso do currículo e do horário escolar.
No dia seguinte a esta decisão, o Arcebispo de Salta participou de uma coletiva de imprensa e disse que “a Igreja respeita a lei e as instituições” e “a religião não é um elemento de divisão”.
Por isso, lamentou que no debate não tivessem convencido “acerca do valor humanizador do ensino religioso dentro de um processo educacional, que pode ser um serviço à qualidade humana dos cidadãos, em qualquer lugar”.
Nesse sentido, disse que “o desafio é trabalhar mais” para que os professores deem testemunho da “sua qualidade profissional e por sua atitude em todas as escolas”.
“Eles terão que preparar-se com mais esmero do que agora, para que a aula de religião seja verdadeiramente de qualidade e saiba ser pedagogicamente atraente, a fim de que os alunos desejem ir à sua aula de religião. É um desafio maior” insistiu.
“Nós, como Igreja, devemos trabalhar mais para que as paróquias e instituições próprias da Igreja, movimentos, organismos de serviço, sejamos um espaço onde nos formemos na nossa fé”, assinalou.
O Arcebispo de Salta agradeceu em nome da Igreja aos profissionais e políticos “que estão por trás de tudo isso, trabalhando, pensando, escrevendo, debatendo”, que “trabalharam com muito esforço, dedicação e generosidade”.
O debate começou em 2008, quando um grupo de famílias de Salta, junto com a Associação dos Direitos Civis, de Buenos Aires, apresentou um recurso de amparo para que a religião deixe de ser uma disciplina nas escolas públicas.
De acordo com os requerentes, discriminava-se as crianças pertencentes a outros credos e deixava-se de exercer a liberdade de pensamento que está na Constituição argentina.
Esta denúncia não foi acolhida pelo governo de Salta, argumentando que a Constituição garante a independência para tomar decisões educacionais e que, como autoridade local, tem autonomia nesse tipo de decisões.
Entretanto, em março de 2017, um ditame outorgou a razão aos demandantes e recomentou à Corte Suprema de Justiça revogar a sentença do governo de Salta.


 Fonte ACI Digital

EVANGELHO DO DIA


Mateus 17,10-13

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus. Glória a vós, Senhor. Ao descerem do monte, 10os discípulos perguntaram a Jesus: “Por que os mestres da Lei dizem que Elias deve vir primeiro?” 11Jesus respondeu: “Elias vem e colocará tudo em ordem. 12Ora, eu vos digo: Elias já veio, mas eles não o reconheceram. Ao contrário, fizeram com ele tudo o que quiseram. Assim também o Filho do Homem será maltratado por eles”. 13Então os discípulos compreenderam que Jesus lhes falava de João Batista.— Palavra da Salvação.

REFLEXÕES SOBRE AS LEITURAS DE HOJE


16 de Dezembro de 2017 - Sábado da 2ª Semana do Advento

1ª Leitura - Eclo 48,1-4.9-11 – “Deus espera de nós atitudes de fé” 

De geração em geração, por meio dos profetas, Deus realizou obras de conversão e de reconciliação. Assim foi que o profeta Elias manifestou o poder de Deus aos povos por meio de grandes prodígios. Foi ele um fiel servidor do Senhor e às Suas recomendações, por isso, o elogio do Eclesiástico. Ele foi arrebatado aos céus no seu próprio corpo, conta a Escritura, provando para nós o grande poder que Deus tem sobre os homens. Profeta é aquele que fala em nome de Deus para “reconduzir o coração do pai ao filho” e restabelecer a paz. Ainda hoje, como Elias, existem as pessoas de Deus que ao falarem incendeiam os corações dos homens. A Palavra de Deus é fogo que queima! Por isso, o Senhor quer também fazer conosco o que faz a elas: arrebatar-nos ao céu, mesmo que ainda estejamos aqui, para experimentar o poder do Seu amor. Felizes somos nós se escutamos e obedecemos à recomendação do Senhor e procuramos restabelecer a nossa vida e a dos nossos irmãos seguindo a Lei do amor. Deus espera de nós atitudes de fé como aconteceu com Elias. Que sejamos também capazes de, pela Palavra de Deus, e pela ação do Espírito Santo, fechar o céu e fazer cair fogo na terra que faça arder os corações dos que nos escutarem. - Você tem ouvido com atenção as palavras dos profetas de hoje, ou ainda espera por alguém? – Quando você fala em Nome de Jesus o faz com firmeza e convicção no Seu poder? - Você sente o fogo queimar no coração quando alguém lhe fala do amor de Deus? - Você sabe que isto é a manifestação do Espírito Santo em si?

Salmo - Sl 79 (80), 2ac.3b. 15-16. 18-19 (R.4)
R. Convertei-nos, ó Senhor, resplandecei a vossa face e nós seremos salvos!

O salmo é um forte apelo do homem que sofre para que venha logo Aquele que pode salva-lo. A nossa alma e o nosso coração anseiam por Deus porque somos plantas do Seu jardim e precisamos ser cuidados por quem nos semeou. O poder de Deus nos dá alento e proteção e só no Seu amor nós poderemos nos sentir seguros.

Evangelho - Mt 17,10-13 – “experiência de uma vida nova”

João Batista e o profeta Elias vieram ao mundo com a mesma missão de conduzir o coração dos homens a Deus. Por isso, Jesus nos fala dos homens que são enviados por Deus para preparar o caminho do Senhor e que atraem outros homens para terem a experiência de uma vida nova. Elias e João Batista tiveram uma missão específica de colocar em ordem os corações para acolher a Salvação, porém, não foram acolhidos e, pelo contrário, foram rejeitados e maltratados. Assim como Elias, João Batista não foi aceito, nem reconhecido, mas decapitado e morto. Sabemos que pelas Escrituras “Elias ainda virá ao mundo para colocar tudo em ordem”, no entanto, também, cada um que é enviado por Deus para exercer uma incumbência, tem o espírito de Elias, isto é, sua disposição, sua fidelidade e zelo. O Senhor também nos exercita para o desempenho da nossa função, mas apesar disso, muitas vezes, também nós não somos reconhecidos (as), nem aceitos (as). Todavia, tudo isto faz parte da nossa história de salvação e sabemos que também foi isso que aconteceu com Jesus. Assim sendo, não precisamos nos angustiar nem desanimar, mas continuar a anunciar a Palavra e a Salvação de Jesus com a nossa vida e o nosso testemunho. – Você também já descobriu a sua missão? – Você está tendo o mesmo espírito que Elias e João Batista tiveram? – O que o (a) tem capacitado para ser fiel na obra que o Senhor lhe destinou? - Você reconhece as pessoas a quem Deus tem lhe mandado mostrar a salvação? - Você também se sente maltratado pelos que não reconhecem o seu papel?

Helena Serpa,

Fundadora da Comunidade Missionária Um Novo Caminho

SANTO DO DIA - SÃO JOSÉ MOSCATI


O nosso Papa João Paulo II apresentou para nossa devoção São José Moscati, que muito bem soube viver a fé, a caridade e a ciência. Nasceu na Itália em 1880 no seio de uma família cristã. Com apenas 17 anos obrigou-se particularmente ao voto de castidade perpétua.
Inclinado aos estudos, José Moscati cursou a faculdade de medicina na Universidade de Nápoles e chegou, com 23 anos, ao doutorado e nesta área pôde ocupar altos cargos, além de representar a Itália nos Congressos Médicos Internacionais. Com competência profissional, Moscati curou com particular eficiência e caridade milhares e milhares de doentes.
Em Nápoles, embora procurado por toda classe de doentes, dava, contudo, preferência aos mais pobres e indigentes. Sem dúvida, foi na prática da caridade para com os pobres que se manifestou toda sua grandeza, ao ponto de receber o título de “Médico e Pai dos pobres”, isto num tempo em que a cultura se afastava da fé.
José Moscati viveu corajosamente até 1927 e testemunhou a Verdade, tanto assim que encontramos em seus escritos: “Ama a Verdade, mostra-te como és, sem fingimentos, sem receios, sem respeito humano. Se a Verdade te custa a perseguição, aceita-a; se te custa o tormento, suporta-o. E se, pela Verdade, tivesses que sacrificar-te a ti mesmo e a tua vida, sê forte no sacrifício”.
São José Moscati, rogai por nós!
Fonte: Canção Nova Notícias

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

PAPA FRANCISCO RECEBE EVO MORALES NO VATICANO




Papa Francisco e o presidente da Bolívia. Foto: L'Osservatore Romano

Vaticano, 15 Dez. 17 / 04:00 pm (ACI).- O Papa Francisco recebeu em audiência na manhã de hoje, no Palácio Apostólico do Vaticano, o presidente da Bolívia, Juan Evo Morales Ayma.
Segundo informações da Sala de Imprensa da Santa Sé, a conversa entre o Pontífice e o líder boliviano ocorreu em um clima de cordialidade.
O presidente Morales expressou seu apreço pela contribuição da IgrejaCatólica em favor do progresso humano, social e cultural da população boliviana tanto no passado como no presente.
Além disso, fez referência à atualização do acordo existente entre Santa Sé e a Bolívia, além de mencionar alguns temas atuais de comum interesse.
Diferente de outras audiências com outros presidentes, nesta ocasião não houve troca de presentes.

Neste sentido, cabe recordar a polêmica que ocorreu em julho de 2015, durante a viagem apostólica do Papa Francisco à Bolívia, quando o presidente Evo Morales deu de presente ao Pontífice um crucifixo de madeira sobre o símbolo comunista da foice e do martelo.

Fonte: ACI Digital

PARÓQUIA DE JESUS, MARIA, JOSÉ REALIZARÁ CAMINHADA PELA PAZ NO ANTÔNIO BEZERRA


  
Dia 16 de dezembro de 2017 (Sábado) a Paróquia Jesus, Maria, José realizará a 1ª Caminhada pela Paz no bairro de Antônio Bezerra. Tendo como tema: Família é caminhar junto. O objetivo principal da caminhada é despertar os paroquianos para uma profunda conscientização sobre a violência na família e na sociedade.

Nosso bairro nos últimos anos está cada vez mais violento e a criminalidade crescendo. Vemos no nosso dia-dia, assaltos, prostituição, drogas, alcoolismo, e outros males que atingem as famílias, destruindo essa instituição tão preciosa para Deus. Por isso as famílias de nosso bairro e nossa Paróquia pedem uma Caminhada Pela Paz.

PROGRAMAÇÃO: Início às 15h30min com a recitação do Terço da Misericórdia; 16h30min teremos a bênção da água que serão aspergidas pelos Ministros nas ruas do bairro; 17h grande Caminhada nas ruas do bairro e entrega de panfletos.


Local: Paróquia Jesus, Maria, José – Rua Rui Monte 95, Antônio Bezerra – Fortaleza Informações: (85) 3235-0552 E-mail: paroquiajmj@outlook.com Facebook: @PJMJAntonioBezerra

FALSOS SACERDOTES CIRCULAM PELO BRASIL E PARTICIPARAM DE MISSA NA CANÇÃO NOVA




Em destaque, Jonathan Alifer Albuquerque (à esquerda) e Jorge Heracleo (à direita) / Foto: Captura de tela - Facebook Escolástica da Depressão

Cachoeira Paulista, 15 Dez. 17 / 10:30 am (ACI).- Jovens que se passam por sacerdotes da Igreja Católica têm circulado por cidades do Brasil e, no último dia 13 de dezembro, participaram de uma Missa na Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP), tendo sido retirados do presbitério assim que a falsidade ideológica foi descoberta.
O fato ocorreu durante a Celebração Eucarística presidida por Padre Roger Luís, transmitida pelo canal Canção Nova. No presbitério estavam dois falsos sacerdotes, os quais tinham sido denunciados pela Diocese de Caruaru (PE) em outubro deste ano.
Na ocasião, a Diocese pernambucana publicou um comunicado no qual declara que “José Lucas Carlos Pinheiro, nascido em Gravatá aos 11/02/1998, Jonathan Alifer Albuquerque da Silva, nascido em Apucarana - PR aos 07/06/1996, Carlos, de Camocim de São Felix, afastaram-se da Igreja Católica, Apostólica, Romana”.
Segundo a nota, estes jovens “vêm confundindo o povo com roupas litúrgicas da Igreja Católica, afirmando que celebram Missa e outros sacramentos, numa inequívoca afronta a legislação vigente notadamente o Artigo 7° do Decreto n. 7.107, de 11/02/2010 (Acordo Brasil – Santa Sé), que ‘garante a proteção dos lugares de culto da Igreja e de suas liturgias, símbolos, imagens, e objetos cultuais, contra toda forma de violação, desrespeito e uso ilegítimo’”.
A Diocese de Caruaru informou que havia recebido “comunicação fidedigna sobre o uso de vestes eclesiásticas e litúrgicas por parte de cristãos leigos residentes em Gravatá – PE e Camocim de São Félix – PE”, além de ter “em mãos fotografias que confirmam esta usurpação”.
“Conclamamos os fiéis Católicos a permanecerem em comunhão com a Igreja Católica, com o Papa Francisco e com o Bispo Diocesano, e, portanto, a não participarem de celebrações por eles promovidas, pois as mesmas não têm nenhum valor religioso ou sacramental. O Código de direito canônico preceitua que, ‘quem não é promovido à ordem sacerdotal e simula a administração de um sacramento, seja punido com justa pena’ (Cân. 1378 e 1379)”, acrescenta.
Um dos falsos sacerdotes se apresenta em seu perfil do Facebook como Dom Jorge Heracleo e afirma ser Bispo da Igreja Católica Apostólica Cristo Eterno Sacerdote, na Arquidiocese de Gravatá.
Entretanto, segundo a divisão eclesiástica territorial, a cidade de Gravatá pertence à Diocese de Caruaru, não compreendendo assim a uma Arquidiocese, como indica o perfil do falso Bispo.
No Facebook há ainda uma página intitulada Arquidiocese de Gravatá, na qual aparecem algumas fotos dos três falsos sacerdotes, incluindo imagens do que seria a “celebração de posse episcopal de Dom Jorge Heracleo na paróquia de Nossa Senhora Aparecida da cidade de Camocim de São Félix”.
Por sua vez, Jonathan Alifer Albuquerque, também apontado no comunicado da Diocese de Caruaru como um dos falsos sacerdotes, indica em seu perfil no Facebook que é Chanceler da Cúria diocesana na Arquidiocese de Gravatá e Padre na Igreja Católica Apostólica Cristo Eterno Sacerdote.
 Após o ocorrido no último dia 13 de dezembro, as imagens dos falsos sacerdotes logo repercutiram nas redes sociais.
“Estes dois farsantes já foram condenados pela Igreja Católica e estão invadindo as paróquias se passando por Padres Católicos”, denunciou a página de Facebook Escolástica da Depressão.
Internautas que assistiram a celebração relataram nos comentários da publicação que “depois da Consagração, eles saíram de repente do Altar”.
“Foi estranho... Penso que foi o próprio Deus, porque eles não chegaram a entregar a Eucaristia, foi exatamente nessa hora que alguém os tirou do Altar”, comentou Marli Matos.
Por sua vez, Raquel Almeida assinalou que “os dois apresentaram uma carteirinha falsa, por isso conseguiram” participar da Missa como padres.
Depois do ocorrido, a Diocese de Lorena, onde se encontra a Comunidade Canção Nova, informou que “falsos padres estão se apresentando como ministros legitimamente ordenados da Igreja Católica dentro” de seu território diocesano.
“Na expectativa de se passarem por sacerdotes, eles se oferecem para ministrar sacramentos. Os dois jovens que foram vistos recentemente participando como concelebrantes da Santa Missa na Canção Nova não receberam nenhum ministério da Igreja Católica, o que torna inválida qualquer pretensa ação litúrgica exercida por eles”, conclui.

 Fonte: ACI Digital